Mais desenvolvida, TV por assinatura argentina tem mais canais de notícias do que a do Brasil; entenda por quê

c5n

Reprodução / Internet

Com um mercado menor que o brasileiro, a Argentina sempre teve a preferência na América do Sul dos programadores de TV paga. Não é à toa que Disney e Fox, por exemplo, têm suas sedes regionais em Buenos Aires. Provavelmente, o interesse dessas empresas no país vizinho surgiu a partir do momento em que a televisão por assinatura se desenvolveu com mais consistência e a uma velocidade maior que no Brasil.

Para se ter ideia, a TV por assinatura chegou a Argentina em 1960, para alcançar populações distantes, que não tinham acesso ao sistema aberto. Uma situação semelhante a dos Estados Unidos, que desenvolveu essa plataforma de TV para atingir residentes da região de montanhas no país. Lá, o sinal aberto também não chegava.

Atualmente, há aproximadamente 11 milhões de assinantes em toda a Argentina, que tem uma população de 43 de milhões. Costumeiramente, a TV por assinatura tem mais audiência do que toda a TV aberta. Às vezes, muito mais. Talvez essa realidade explique por que os canais em sistema aberto enfrentam tantas dificuldades e não atingem audiência extremamente expressivas, como ocorre no Brasil, por exemplo. 

Com 81% de penetração, a mais alta de toda a América Latina, o país desenvolveu a indústria de TV paga mais solidificada do continente, atraindo, então, os olhares dos grandes players americanos, que instalaram suas bases e começaram por lá o movimento mundial de produzir localmente.

Porém, hoje, são canais nacionais que chamam a atenção do público adulto da TV paga argentina. Os canais de notícias têm relativa relevância e lideram a audiência em toda a TV por assinatura. Os argentinos sempre mantiveram interesse em noticiário, porém, diferentemente do telespectador brasileiro que se liga no Jornal Nacional ou, no máximo, na Globo News, lá o público é muito eclético. 

Atualmente, há quatro canais segmentados de notícia, pelo menos. O líder na média geral é o TN (Todo Notícias), do grupo Clarín. É o canal com maior recursos e com uma estrutura moderna. Recentemente, inaugurou um novo centro de notícia, uma redação de mais 3 mil metros quadrados, a maior e mais versátil da América Latina. 

Enquanto isso, o segundo colocado preparou uma reforma para seus telespectadores. O C5N tem uma redação menor que a do Grupo Clarín, mas também moderna e pronta para atender aos interesses do telespectador argentino, que é menos fiel a um canal do que o brasileiro. O C5N faz oposição editorial ao TN, que é pró-Macri. 

Ambos os canais têm seus momentos de liderança ao longo do dia. Cada qual com seus jornalistas renomados, que verdadeiramente fazem um papel de âncora. O fato de escancaradamente terem vieses editoriais distintos não é um problema. Os canais admitem, deixam isso claro. E cada telespectador escolhe o que lhe convém. Sem crises. 

Fora esses dois canais, há ainda o A24 e Canal 26. Com menos recursos, mas igualmente jornalísticos. O país ainda conta com uma subsede da CNN en Español, que é menos vista porque é focada em assuntos dos Estados Unidos e do México. 

Uma curiosidade dos canais de notícias da argentina é que eles têm um o formato menos engessado e muito mais descontraído para dar uma notícia. Muitas vezes, os âncoras estão de pé e há um BG (Background), uma música de fundo.

No caso do C5N, esse BG é extremamente alto, até atrapalha a compreensão da notícia. E, geralmente, são músicas do pop latino ou americano. Elas servem para dar ritmo e os produtores argentinos acreditam que atraem o público mais jovem. Durante as reportagens, muitas vezes, há recursos sonoros e música instrumental. Confira: 

Recentemente, o TN lançou uma nova newsroom, a maior de toda a América do Sul, onde vão trabalhar jornalistas e produtores de vários veículos do Grupo Clarín. Já o C5N também tomou um banho de loja, renovou e ampliou os cenários de seus programas (confira no vídeo abaixo). Clique aqui para ver mais detalhes.  

 

 

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em MUNDO TV NOTÍCIA e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s