Por que as novelas não estão tão encantadoras como antes? Veja o que está errado nas produções nacionais

a-lei-do-amor-protagonistas

Foto: Divulgação/TV Globo

Algumas, se não a maioria, das telenovelas brasileiras recentes têm entregado menos do que foi previsto ou do que o público esperava. Se verificarmos as últimas produções do horário das 21h, da Globo, há exemplos de tramas que prometiam e que, por razões diversas, se tornaram uma decepção: ‘Salve Jorge’, ‘Babilônia’, ‘Em Família’, ‘A Regra do Jogo’, ‘A Lei do Amor’ para citar algumas.

O principal problema está na falta de crença no roteiro original e, então, nas modificações a partir da opinião dos telespectadores. Uma telenovela começa com uma premissa, prometendo uma história e, então, para atrair mais público, se transforma para pior. Será que o público precisa de tanto poder sobre uma novela? Para os produtores brasileiros, sim.

O caso de ‘A Lei do Amor’ é o mais atual e emblemático. A novela de um dos melhores textos da televisão, o de Maria Adelaide Amaral, foi, até aqui, dispensável. Não possui aquele tipo de história que gera identificação natural (o que há de empatia é forçado) e faz a gente se sentir órfão quando termina. Isso porque a novela prometeu ser clássica, popular.

Será que o público quer mesmo uma novela tradicional? Com o “quem matou?”, com vilões estereotipados, com forçação de barra? Com personagens declamando discursos previsíveis e didáticos? A audiência das novelas cansou do forte realismo contidos nas mesmas? Pode ser tudo isso. Mas essa, somente, parece ser uma leitura muito simplista do que está acontecendo.

O tradicional público se modernizou e não tem mais, naturalmente na sua rotina, paciência ou tempo de acompanhar um trama repleta de enrolações, barrigas cinco, seis dias por semana, durante oito meses. Na vida moderna, não existe disponibilidade para deixar de viver sua vida por tanto tempo e torcer por um casal, geralmente sem sal. As vilãs, em alguns casos, até conseguem gerar empatia. 

Há quem defenda realismo fantástico de volta às tramas do horário nobre; um roteiro que provoque a imaginação e faça sonhar. E, de fato, pode estar aí a solução para prender uma audiência cansada da telenovela espelho da sociedade. Uma audiência que é madura o suficiente para não cair em clichês fartamente utilizados desde os anos 70, desde quando a telenovela brasileira tomou forma própria. 

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em MUNDO TV NOTÍCIA, NOVELA DAS NOVE e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s