Com os dias contados? Principais âncoras dos EUA explicam rumos do telejornal tradicional; entenda as mudanças

scott-correto

Foto: Reprodução/Variety

Em meio a inúmeras fontes de informação disponíveis, uma discussão se tornou indispensável: o tradicional telejornal noturno ainda é viável? No que depender da opinião dos três principais âncoras da televisão aberta americana, sim.

Os jornalistas foram reunidos pela Variety para uma conversa sobre os rumos dos noticiários. O objetivo fundamental é entender a importância que os telejornais têm na sociedade atual, com muito mais acesso à informação.

Diferentemente de um passado ainda não tão distante, as plataformas de conteúdo estão muito mais disponíveis ao público de diversas características. Por tanto, a espera pelo o noticiário noturno já não é tão costumeira assim.

“(…) As pessoas estão buscando por jornalistas que eles podem confiar, por jornalista que eles sabem que trabalharam o dia todo para conseguir uma notícia exata, e bela e concisa e entendível”, explicou o âncora do ‘CBS Evening News’, Scott Pelley.

Essa mudança de comportamento do telespectador levou os telejornais a também se modificarem, a fim de atender plenamente às necessidades de quem espera mais que um primeiro plano da notícia.

Os noticiários americanos passaram a dar um tratamento diferenciado para a notícia, que, em muitas ocasiões, já foi esmiuçada ao longo dia. O editores perceberam a necessidade de avançar para além do trivial.

Isso significou, na prática, que os telejornais trabalham uma boa história de modo a aproximá-la da sua tradicional audiência, com o obejtivo de causa empatia imediata. Ali, se busca trabalhar eficientemente a identificação.

“Nós reconhecemos que as pessoas sabem o que está acontecendo no dia, os impactos, as operações e os erros do dia anterior quando sentam e nos assistem. Isso agrega valor. Como podemos leva essas histórias do dia e aplicá-las à vida das pessoas (…)”, explicou o apresentador do ‘NBC Nightly News’, Lester Holt.

Assim sendo, a presença de um âncora, de fato, que tem um background robusto no telejornalismo faz toda a diferença. É importante que quem passe a notícia tenha vivência na cobertura de grandes histórias.

Isso é o que dá credibilidade e, obviamente, mantém ainda uma audiência fiel no país. Os telejornais de televisão aberta ainda são os mais vistos em mercado importantes e na faixa etária principal de audiência.

Nos Estados Unidos, há uma particularidade sobre a cobertura de notícia pela TV. Os canais de notícia pagos estão quase todo o dia ao vivo, com cobertura de assuntos ainda em acontecimento. Isso em um país com cerca de 85% das residências com TV paga.

Para o âncora do ‘ABC World News Tonight’, David Muir, as pessoas têm falado do fim do jornais tradicionais ou do crescimento da competição ser ruim para os noticiários, porém, eles [os jornalistas] estão atentos a isso. (…) As pessoas estão procurando por uma pausa no barulho neste momento e, às 18h30, esperançosamente, elas encontram isso (…)”, argumentou.

Essa realidade, transforma o trabalho dos tradicionais noticiários da 18h30 ainda mais árduo, porém, de muito mais solidez. Apesar de disseminação, há uma audiência fiel que ainda prefere news show que news and talk show.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em MUNDO TV NOTÍCIA e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s