Novela Os Dez Mandamentos vira fenômeno fora do Brasil e dá oportunidade para Record internacionalizar sua marca

os-dez-mandamentosDepois de cumprir muito bem sua missão e complicar o horário nobre da Globo, ‘Os Dez Mandamentos’ revelou-se muito mais importante para a Record do que se imaginava. A novela, que pela primeira vez venceu o principal produto da televisão brasileira, pode ser responsável por internacionalizar definitivamente a marca da emissora. O canal nunca obteve tanta exposição e reconhecimento em mercados televisivos importantes quanto agora. Esse pode ser um promissor caminho para o Grupo Record, que acaba de renovar sua filosofia.  

Tudo começou quando o canal MundoMax, dos Estados Unidos, passou a exibir as tramas bíblicas dubladas em espanhol. Com relativo sucesso, as produções da Record garantiram seu espaço na grade de programação. Não demorou muito para que o maior grupo de comunicação em espanhol daquele país, o Univision, percebesse o potencial das tramas bíblicas. Com isso, o UniMás, um de seus canais abertos, passou a exibir diariamente ‘Os Dez Mandamentos’, um dos produtos mais vistos da emissora. 

O interesse dos americanos nesta produção, especificamente, surgiu com o sucesso da TVN, no Chile. A emissora decidiu apostar nas produções bíblicas para renovar sua grade e combater as novelas turcas, que são um duradouro êxito na concorrência. O canal, que é público, foi um dos líderes de audiência até a chegada das tramas do país europeu. A TVN viu sua audiência despencar severamente e, sem verbas nem êxito com suas produções nacionais, seguiu a receita da concorrência ao investir em uma novidade no mercado chileno.  

“’Os Dez Mandamentos’ é exibida em meio a um cenário muito competitivo, mas é surpreendente a fidelidade do público a essa novela. É um público que não muda [de canal]”, explicou a La Tercera a diretora de produtos importados da TVN, Isabel Rodríguez.  

A primeira trama comprada foi ‘José do Egito’, que elevou a audiência da TVN e deu um alívio para a fase de fracassos. No entanto, foi com ‘Os Dez Mandamentos’ que o canal saiu de vez das últimas posições de audiência e passou a brigar mais equitativamente. As tramas bíblicas da Record, até então, eram uma grande novidade em termos de distribuição regional. Porém, com o sucesso no Chile, um mercado historicamente importante, a emissora passou a ter executivos de canais de outros países interessados nas suas superproduções.  

Filmadas em estúdios no Rio de Janeiro e com locações em dois, três continentes, essas tramas milionárias rapidamente se tornaram sucesso em países como Panamá e República Dominicana, destronando as tradicionais mexicanas da Televisa, as poderosas novelas da Telemundo e, em alguns casos, as turcas. A República Dominicana, em especial, é um país acostumado a comprar telenovelas da Record, além das da Globo.  

Apesar do sucesso no Chile, nos Estados Unidos, na América Central e no Caribe, somente com a chegada na Argentina é que ‘Os Dez Mandamentos’ ganhou o reconhecimento de supersucesso internacional. Comprada pela Telefe, tradicional parceira da Globo, a produção rapidamente elevou os índices de audiência do canal a patamares impressionantes. A novela da Record chega a superar o principal programa de auditório do país, o ‘Showmatch’, do famosíssimo Marcelo Tinelli.  

O último capítulo da primeira temporada, quando Moisés abre o Mar Vermelho, obteve quase 27 pontos de audiência e 60% de share, o recorde da trama na Argentina. Para o final, cerca de seis mil pessoas estiveram presentes em uma casa de shows em Buenos Aires, para um programa especial com a presença dos protagonistas. Além disso, assim como ocorreu no Chile, os artistas da Record participaram de programas de entretenimento da emissora.  

Apesar do protesto de alguns por esta ser uma produção estrangeira e que acarreta em prejuízos para a indústria local de importantes produtores, como a própria Argentina, por exemplo, a trama de Vivian de Oliveira ganhou na última segunda-feira (12) uma importante vitrine internacional. A saga de Moisés estreou no Imagen TV, novo canal de rede nacional que concorre diretamente com a Azteca e a Televisa. O mercado de televisão do México é ditador de tendências, um dos mais dinâmicos da região e o segundo mais importante depois do Brasil.  

Focada no mercado doméstico, a Record não tem uma estratégia consolidada de exportação de seu conteúdo dramatúrgico. Houve um bom momento com a nova versão de ‘A Escrava Isaura’, que chegou a dezenas de países, com sucesso na Venezuela, Chile, Argentina e Estados Unidos, por exemplo. De Tiago Santiago, essa novela, inclusive, está no ar no México, pela mesma Imagen TV, que exibe as tramas bíblicas.  

Diferentemente da emissora dos bispos, a Globo tem seus objetivos mais claros e sólidos, quando se trata do mercado internacional. O canal exporta suas tramas desde os anos 70 e já acumula uma série de sucessos mundiais, como ‘Da Cor do Pecado’, ‘O Clone’, ‘Avenida Brasil’, ‘A Vida da Gente’, etc. Pensando à frente, os executivos da Globo já vendem roteiros e fazem um trabalho de coprodução com parceiros estratégicos na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina. 

Essa projeção que a Globo tem e a Record começa a ter por causa de ‘Os Dez Mandamentos’ é extremamente importante em um mundo globalizado. Para uma produtora de teledramaturgia, a competição deixou de ser limitada pelas fronteiras do seu país. Agora, com as novas plataformas, a oferta de conteúdo e o acesso a ele são tão maiores quanto a procura por produtos de qualidade.  

“Com as temáticas bíblicas, a Record TV conquistou um espaço extremamente importante. ‘Os Dez Mandamentos’ abriu uma porta muito importante no mercado internacional. Está no ar da Argentina à Polônia com muito sucesso”, declarou orgulhoso à revista ttnews, o diretor de vendas internacionais da emissora, Delmar Andrade.   

Apesar da falta de um projeto real e, até mesmo, entusiasmo interno, a Record tem uma inédita e grande oportunidade de se posicionar, de vez, como uma marca regional e oferecer conteúdo inovador para a audiência latino-americana.  

Para isso acontecer, é preciso criar uma forte estratégia de longo prazo e investir em um número maior de produções no Brasil. Prejudicialmente, o que se faz nos estúdios do Rio de Janeiro ainda é pouco. Prova disso, foi a incompreensível interrupção de novelas inéditas com o fim da primeira temporada de ‘Os Dez Mandamentos’.  

Além dos países citados, a novela é ou foi exibida em Porto Rico, Uruguai, Portugal, Bolívia, Angola, Moçambique e Costa Rica. A expectativa é de que estreie em breve no Paraguai.

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em MUNDO TV NOTÍCIA e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s