O tempero de Nova York

Essa não é daquelas cidades cidades sem molho; não mesmo. O primeiro olhar é exatamente como se vê nos filmes e não importa em que parte de Manhattan você está. Longe da pujança da Times Square é possível ver uma cidade bem autêntica, com particularidades incapazes de serem encontradas em cidades brasileiras.

ny

Apenas uma esquina no norte de Manhattan

Porém, num todo, se encara lá um intenso encontro de culturas muito bem enraizadas a ponto de estabelecer a impossibilidade de uma natural miscigenação. O mexicano é mexicano, assim como o chinês permanece chinês. Os negros também mantêm firme um estilo de vida extremamente próprio.

Ainda que alguns padrões são absolutamente universais e apenas ganham detalhes locais, o fato de o residente da cidade mais importante do planeta ser incapaz de vivenciar a cultura do outro, mas respeitar sem oposições, é admirável do ponto de vista do visitante curioso. 

A Big Apple jorra heterogeneidade… É a casa de gente tão aquém do que se passa ali mesmo, porém, com uma sarcástica dose de coesão. Confuso? Sim, e normal também. Nova York não se explica; ou se entende com palavras ou imagens. Talvez, a experimentando à exaustão se encontre um caminho.

No entanto, é a tênue ambiguidade entre mistura e separação, global e local, liberal e conservador, branco e preto, metrópole e província que faz daquela cidade, desde o aeroporto, um lugar absolutamente especial e, sobretudo, imprevisível. 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em COTIDIANO e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s